O Sailing Sense é um projeto brasileiro, idealizado pelo presidente Miguel Olio que em 2007, unindo seus conhecimentos como educador físico e sua paixão e experiência na Vela, começou a promover, de forma gratuita, vivências náuticas para as pessoas com deficiência (as) (surdocegueira, múltiplas deficiências sensoriais, autismo, surdez, cegueira e síndrome de Down), onde estes conduzem as embarcações, são responsáveis tanto pelo leme, dando direção ao veleiro, quanto pelos cabos e velas. Com estas ações conseguimos trabalhar pontos essenciais no desenvolvimento holístico destas pessoas baseado na tríade: autoconhecimento, prática de atividade física e empoderamento.

Nossas atividades estão em 5 cidades, sendo 4 em SP e no RJ.

Em Setembro de 2017 realizamos o primeiro evento internacional em Aalborg, Dinamarca, durante o Congresso Europeu para pessoas com Surdocegueira.

Para 2018, em Abril, participaremos da Volvo Ocean Race (a maior regata de Volta ao Mundo), onde desenvolveremos o trabalho com 9 Instituições da região de Santa Catarina, além de ações diretas com os participantes do evento, palestras e reportagens internacionais. Também nesse mesmo mês, teremos a expansão para os EUA (Cape Cod, Congresso Norte americano de Surdocegueira, onde apresentaremos o nosso Documentário sobre Surdocegueira e realizaremos uma vivência do Sailing Sense no mesmo local). Em julho de 2018 estaremos na Itália, (junto à Universidade de Milão e à Instituição Fio D’oro) também realizaremos um evento do Sailing Sense.

Juntamente com nossas atividades rotineiras, trabalhamos em dois projetos paralelos: desenvolvimento da Vela competitiva para Surdos e da Vela competitiva para Cegos, além de materiais adequados para o grupo de cegos, como boias sonoras.

Em 2019 participaremos de mais três eventos internacionais: Austrália (Golden Coast, Congresso Mundial de Surdocegueira), Portugal e Meeting Europeu (Suíça, Noruega, Holanda e Dinamarca).

Em 2017 sensibilizamos cerca 1200 pessoas e para 2018 previsão de 1800 pessoas que serão sensibilizadas.

Para continuar a desenvolver nosso trabalho, buscamos patrocinadores que possam utilizar a dedução no Imposto de Renda, já que empresas tributadas sob o regime do lucro real podem deduzir doações efetuadas às Oscips (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) até o limite de 2% sobre o lucro operacional.

Submetemos nosso projeto ao Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CONDECA), que tem como objetivo elaborar as políticas de atendimento a este publico, e fomos aprovados! Temos certificado que nos autoriza a realizar captação de recursos que, não só, mas também, pode ser deduzido do imposto de renda.

Caso tenha alguma dúvida sobre como realizar o patrocínio, estamos aqui para esclarecer.

Idealizador Sailing Sense

Miguel Olio

Professor de Educação Física formado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie em licenciatura plena e especialista, pela mesma Universidade, no curso de Formação de educadores que trabalham com pessoas portadoras de deficiência e múltipla deficiência sensorial e física. Atualmente estudando o curso de Psicomotricidade na Unifai e participando do curso de Libras pelo Instituto Seli.

Trabalho no Colégio Integrar, no Ensino Fundamental I e II e Ensino Médio especializado e Regular e na Unidade de ensino especializado com pessoas portadores de Transtorno de Espectro Autista (TEA). Trabalhei desde 2007 na Ahimsa escola de educação especial, na área da educação física para pessoas portadoras de deficiência sensorial, surdocegueira e múltipla deficiência sensorial. Tanto com esportes convencionais como: futebol, basquete, vôlei,caminhada, ginástica artística e judô, quanto com atividades outdoors como, iatismo, volteio e acampamentos.

Em 2012 participou do programa oferecido pelo Perkins Institut, Educational Liedership Program (ELP), com duração de 9 meses, em Boston, EUA, que visa a formação de Líderes que trabalham com pessoas portadoras de deficiência múltipla e sensorial.Tanto com esportes convencionais como: futebol, basquete, vôlei, caminhada, ginástica artística e judô, quanto com atividades outdoors como, iatismo, volteio e acampamentos. Em 2012 participei do programa oferecido pelo Perkins Institut, Educational Liedership Program (ELP), com duração de 9 meses, em Boston, EUA, que visa a formação de Líderes que trabalham com pessoas portadoras de deficiência múltipla e sensorial.